Dicas e Receitas especiais!

Imunidade: como a alimentação pode contribuir

imunidade_bemnatural

Em tempos de pandemia, nunca foi tão importante e necessário se alimentar corretamente, não é mesmo? As pessoas estão em busca de uma imunidade perfeita e para isso, buscam muita das vezes de polivitamínicos comprados em farmácias, o que faz com que acabem esquecendo da nossa principal farmácia, que é a farmácia natural.

Uma farmácia rica e repleta de benefícios, que vão bem além da imunidade. Por isso, irei falar no texto de alguns alimentos poderosos para imunidade. Dentre eles, podemos citar: extrato de própolis, cúrcuma, alho, gengibre, alimentos ricos em vitamina C, vitamina D, magnésio, zinco, selênio, ferro, probióticos, prebióticos e chás anti-inflamatórios.

Extrato de própolis

Vou começar falando do extrato de própolis, que vem ganhando proporção na rotina dos brasileiros. Que segundo Barbosa, et al.,  é considerada atualmente um dos produtos naturais de maior destaque, conhecida pelas diversas propriedades biológicas que possui e assim utilizada como antimicrobiano, antioxidante, anti-inflamatório, imunomodulador, hipotensor, cicatrizante, anestésico, anti-cancerígeno, anti-HIV e anti-cariogênico. Você pode utilizar ele em shots ou sucos matinais.

Cúrcuma

A cúrcuma, que é poderoso antioxidante, antimicrobiano, pode ser utilizado, preferencialmente da forma crua para ajudar na melhora da imunidade e assim não perder seus efeitos.

Alho

Temos ainda o alho, que segundo Fonseca, et al., é um alimento funcional rico em alicina que possui ação antiviral, antifúngica e antibiótica, tem também, considerável teor de selênio agindo como antioxidante. Alguns compostos sulfurados presentes no alho possuem atividade hipotensora, hipoglicemiante, hipocolesterolêmica e antiagregante plaquetária, reduzindo o risco de doenças cardiovasculares. As demais substâncias encontradas no alho possuem atividade imunoestimulatória e antineoplásica. Poderoso para imunidade, pode ser utilizado nas comidas e também de forma crua.

Vitaminas e Nutrientes

Alimentos ricos em vitamina C, podem contribuir de forma positiva na imunidade, prevenindo assim gripes e resfriados. Dentre os alimentos ricos em vitamina C podemos citar, a laranja, limão, acerola, goiaba, caju, kiwi, melão, abacaxi, entre outros.

Alimentos ricos em ferro são indispensáveis para ajudar na melhora do sistema imune. Vários estudos têm associado a deficiência de ferro a defeitos tanto na resposta adaptativa quanto na resposta inata do indivíduo. Podemos encontrar o ferro, na carne vermelha, no feijão, em folhas verdes escura.

Por incrível que pareça a função intestinal esta totalmente ligada a nossa resposta imunológica e por isso, precisamos estar com nossa microbiota intestinal em dia para que assim, melhoremos nossa imunidade. Para melhorar a imunidade é recomendado o uso de probióticos e prebióticos que segundo Coppola, tem sido demonstrado que os probióticos estimulariam o sistema imune. Podemos encontrar probióticos em diversos alimentos como: kefir, kombuchá, leite fermentado, iogurte natural. Já os prebióticos podemos encontrar em folhas e vegetais crus no geral.

Chás

Os chás, que são usados desde a época dos nossos avós, podem também ter papel importante na imunidade, podemos citar poderosos chás anti-inflamatórios que contribuem para um bom funcionamento imune, que são: gengibre, chá verde e alcachofra.

Alimentos ricos em zinco, selênio e magnésio devem também ser incluídos, podemos encontrar esses nutrientes em castanhas, amêndoas, semente de abóbora e girassol.

Vitamina D

A vitamina D, que vem sido questionada durante a pandemia, é realmente eficaz na melhora da resposta imune. De maneira geral, o efeito da vitamina D no sistema imunológico se traduz em aumento da imunidade inata associado a uma regulação multifacetada da imunidade adquirida. Podemos encontrar a vitamina D no sol, onde devemos todos os dias, nos expormos. Encontramos ainda, em alguns alimentos só que em menor quantidade, exemplo desses alimentos: ovos, salmão, sardinha, peixes e se necessário realizar a suplementação, procurar sempre ajuda profissional.

Importante

Importante não esquecer de elevar o consumo de água, já que precisamos estar bem hidratado para realizarmos todas as funções de defesa. Realizarmos atividade física e cuidarmos também da nossa saúde mental.

****

Referências:

BARBOSA, Maria Helena et al . Ação terapêutica da própolis em lesões cutâneas. Acta paul. enferm.,  São Paulo ,  v. 22, n. 3, p. 318-322,  June  2009 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002009000300013&lng=en&nrm=iso>. access on  04  June  2020.

Jones BJ, Twomey PJ. Issues with vitamin D in routine clinical practice. Rheumatology 2008; 47:1267-68

SARNI, Roseli et al. Micronutrientes e sistema imunológico, Rev. bras. alerg. imunopatol. – Vol. 33, Nº 1, 2010.

COPPOLA, Mario de Menezes; TURNES Carlos Gil: Probióticos e resposta imune Ciência Rural, Santa Maria, v.34, n.4, p.1297-1303, jul-ago, 2004

FONSECA, G.M et al. Avaliação da atividade antimicrobiana do alho (Allium sativum Liliaceae) e de seu extrato aquoso, Rev. Bras. Pl. Med., Campinas, v.16, n.3, supl. I, p.679-684, 2014.

 

Renata Brasil

Renata Brasil

Formada em Nutrição pela UNP e Pós Graduada em Nutrição Clínica, Esportiva e Fitoterápica, atua em clínica desde de 2015, atendendo em cidades como Catolé do Rocha/PB, Antônio Martins/RN, Pau dos Ferros/RN e Natal/RN.
Voltar ao Topo